Home Mundo Se ligue nos links (30/novembro)

Se ligue nos links (30/novembro)

0
85
Funcionários contam votos em Kowloon Tong, Hong Kong, neste domingo (24/11)
Athit Perawongmetha/Reuters
1) No Quartz, Isabella Steger explica por que o governo chinês ficou surpreso com a derrota nas eleições distritais em Hong Kong. No Hong Kong Free Press, Fu Kung-wa decifra a teoria desenvolvida por Pequim para justificar a repressão aos protestos. No Ejinsight, Stephen Vines analisa como a liderança chinesa cria incentivos para que os governantes de Hong Kong habitem uma bolha desconectada da realidade.
Ao lado da primeira-dama Melania, o presidente dos EUA, Donald Trump, ‘perdoa’ o peru Butter no jardim da Casa Branca, em Washington, na terça-feira (26/11), dois dias antes do Dia de Ação de Graças
Reuters/Loren Elliott
2) No Voters Study Group, Lee Drutman apresenta as forças que dividirão os americanos nas eleições do ano que vem. No Mischiefs of Faction, Seth Masket discute a relação entre os índices de aprovação a votação alcançada pelo presidente ao tentar a reeleição.
Presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez participa na terça-feira (26/11) de evento em La Paz
David Mercado/Reuters
3) No New York Times, Steven Levitsky e Maria Victoria Murillo analisam a onda de protestos e o ressurgimento de golpes de Estado na América Latina. No Americas Quarterly, Brian Winter pergunta se o Brasil será o próximo palco de manifestações de rua.
Viktor Órban, premiê da Hungria, é fotografado após votar nas eleições do Parlamento Europeu
Bernadett Szabo/Reuters
4) No Guardian, um excerto do novo livro de Ivan Krastev e Stephen Holmes explica como, depois da queda do comunismo, o liberalismo se tornou uma promessa frustrada para os países da Europa Oriental.
George Orwell, autor do clássico ‘1984’
AP Photo
5) Na Bloomberg, Leonid Bershidsky conta que ficou sem ar ao traduzir para o russo o livro 1984, de George Orwell.
6) Na New York Review of Books, David Bromwich relata, com base em dois livros, como a televisão e os meios digitais contribuíram para a ascensão de Donald Trump e do populismo.
7) Em discurso na reunião da Liga Antidifamação, Sacha Baron Cohen critica o Facebook e as redes sociais. Na New Yorker, Brian Barth traça o perfil de Roger McNamee, um bilionário dissidente do Vale do Silício.
Ao lado do marido, Denis, Thatcher acena ao chegar ao número 10 da Downing Street, em Londres, para assumir o cargo após ser eleita primeira-ministra britânica em maio de 1979
AFP
8) Também na New Yorker, James Woods resenha o último volume da biografia autorizada de Margaret Thatcher.
O filósofo alemão Friedrich Nietzsche
Divulgação
9) Ainda na New Yorker, Alex Ross desvenda por que o filósofo alemão Friedrich Nietzsche fascina tanto a direita quanto a esquerda. Um vídeo no OpenCulture traz uma introdução ao estoicismo.
10) No Guardian, uma reportagem premiada da alemã Stefanie Bolzen, relata como seu casamento com um britânico reuniu duas tragédias da Segunda Guerra Mundial.
Imagem de nebulosas feita pelo Telescópio Espacial Hubble
Nasa
11) Na Scientific American, John Horgan contesta a onda recente e afirma que teorias de universos múltiplos são péssimas para a ciência.
Carregar mais artigos relacionados

Veja também

Nos EUA, mais de 97 mil crianças tiveram Covid-19 no fim de julho, diz estudo

Escolas ainda estavam fechadas no país. No início de agosto, ensino presenci…